Desatinos...

Este é o meu terceiro lar, meu refúgio... Onde juntoletras e tento traduzir sentimentos. É um lugar de saudade, pois sempre falo com uma certa dose de nostalgia, na verdade sou um pouco antiquada com ares de pós-moderna...

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Cerejeiras em flor



A morte e a vida numa visão poética. Relações entre pais e filhos, abdicações e amor. Muito amor. É dessa forma que o filme Hanami - Cerejeiras em flor, seduz seus espectadores. Fazia tempo que não chorava tanto com um filme. Tem uma breve filosofia sobre as moscas (efêmeras),além de cenas impecáveis e inspiradoras.


Contextualizando sobre a realidade, esse filme me faz refletir sobre a vida. Sobre o que fazemos para nos sentirmos realizados, como tratamos nossos pais e como de repente, pode ser tarde demais para ter uma atitude mais digna. É um gosto amargo esse do arrependimento diante do irreparável. O fato é que tudo pode mudar de repente... 


Como ultrapassar os abismos que nos separam de quem amamos? 

Um comentário:

7uto disse...

É uma boa idéia essa de comentar filmes aqui, amor ao cinema, mostrar o seu lado da estória. Lembro de ter visto falar de amelie pela primera vez num lugar assim, fiquei interessado e fui atrás, daí entendi...
As pessoas são filmes do avesso, nada se vê de real nelas, enquanto nos filmes todo real é visivel ou sugerido, acho, que é por isso que aprendemos tanto com eles.