Desatinos...

Este é o meu terceiro lar, meu refúgio... Onde juntoletras e tento traduzir sentimentos. É um lugar de saudade, pois sempre falo com uma certa dose de nostalgia, na verdade sou um pouco antiquada com ares de pós-moderna...

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Construir Aventuras

Foto:Marialu
O mundo canta, grita, berra... Escuto o compasso do relógio, a água escorrendo da torneira, a percurssão da chuva no telhado de zinco, sempre chove mais forte embaixo das árvores né?!

Sempre escuto os sinos do picolezeiro, tenho ouvido condicionado desde a infância, quando esperava esse barulho para trocar picolé por vasilhames de garrafas. Depois da música vem o silêncio. Como diria Arnaldo Antunes: "Antes de existir a voz existia o silêncio/ o silêncio foi a primeira coisa que existiu/ um silêncio que ninguém ouviu".

Hoje eu me vejo rodeada de sons, escolhendo uma trilha sonora para uma história sem roteiro definido, algo que parece um ímã, uma brincadeira que eu não sei onde vai dar. Nessa brincadeira eu fico tentando lembrar das músicas que marcaram minha vida, daí eu percebi que muitos momentos não tiveram trilha sonora, foram feitos de silêncio, de barulho de corpos, troca de emoções, de sussurros, carinho e gozo...

Mas eu escuto e me arrisco nessa brincadeira sonora. Quando eu fazia aula de teatro teve um exercício que eu curti muito, nele meus olhos eram vendados e uma pessoa me guiava numa área ampla, eu tinha que confiar nessa pessoa que eu mal conhecia... em determinado momento eu estava correndo e foi incrível.

É quase assim que eu me sinto. Pronta para construir aventuras.


O exame é AMANHÃ!!!!

Um comentário:

7uto disse...

a primeira vez que vi essa foto ainda não tinha um toca discos em casa... acho que fui imfluenciado pelo som dela, por seu sutil egiratório desfoque, leve planar da luz pelas trilhas da imagem... era outro blog? não lembro o que estava escrito, lembro que gostei... mas sepmre te superas