Desatinos...

Este é o meu terceiro lar, meu refúgio... Onde juntoletras e tento traduzir sentimentos. É um lugar de saudade, pois sempre falo com uma certa dose de nostalgia, na verdade sou um pouco antiquada com ares de pós-moderna...

segunda-feira, 12 de maio de 2008

CRESCER

Um dia desses tive um papo com a pequena Manú sobre crescer. Ela dizia que não queria ficar grande, que ser pequena 'era mais legal'. Eu perguntei se ela não queria alcançar a torneira do chuveiro do banheiro sozinha e ela disse "eu quase alcanço", argumentei sobre sua conquista ao conseguir pegar água sozinha na geladeira, ela disse "mas eu não consigo pegar dadá"... (dadá é um dindin industrializado, muita gente conhece dindin por sacolé)...

Todo esse papo me fez ver que essa insatisfação com o que temos hoje nos faz buscar coisas novas todo dia. Dessa forma a insatisfação tem o seu lado bom, como tudo na vida. 'Não posso me contentar com pegar água, porque eu não alcanço o dadá'...

Crescer carrega dúvidas, desconfiança. Os hormônios entram em crise, a voz muda, os pêlos aumentam, as roupas se perdem, os problemas parecem afundar os pés... areia movediça, nó no pescoço, gravata apertada... as lágrimas deixam de ser simples birra.

2 comentários:

Mindoim disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mindoim disse...

Adoro o que escreves..
Pois a sabedoria esta na simplicidade das suas palavras e na compreensão sobre o que sente..

Muito³