Desatinos...

Este é o meu terceiro lar, meu refúgio... Onde juntoletras e tento traduzir sentimentos. É um lugar de saudade, pois sempre falo com uma certa dose de nostalgia, na verdade sou um pouco antiquada com ares de pós-moderna...

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Acho que o tempo é de coisas novas

Gosto de praticar o desapego.
Me envolvo até o ponto em que a vontade parece estar cimentada.
Daí vem a erosão me mostrar que não é bem assim.
Que nada é insubstituível.

Dói menos deixar partir.

Eu posso até olhar para trás, revisitar manias, certos vicíos... mas largar não é tão dolorido. E pra ser sincera, às vezes é um alívio.

Morro e renasço com certa frequência.

Um comentário:

Tuto disse...

parece tão fácil com palavras simples... dá vontade se soltar no mundo pra vê o que acontece...